O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Medos das crianças – do normal ao excessivo

Muitas vezes chegam-nos pais ao consultório com dúvidas acerca dos medos dos filhos, tendo dificuldades em compreender se é algo considerado normal para a idade da criança ou se constitui um problema.

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Um corte no sofrimento

A auto-mutilação é para muitos pais e educadores um acto difícil de entender já que envolve a agressão directa ao próprio corpo. Quando é realizado não tem como principal intenção provocar o suicídio, pelo menos de uma forma consciente, mas sim aliviar o sofrimento psicológico com o qual está a ser insuportável lidar. É nos jovens que surge com maior frequência e poderá estar associado a determinadas perturbações de personalidade, de comportamento alimentar bem como a problemas emocionais. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Escolher entre o sim e o não pode não ser a única solução

Já reparou como na educação das crianças utilizamos frequentemente as palavras sim e não?

Como pais, educadores e familiares socorremo-nos do sim para autorizar e o não para proibir algum comportamento. Sem nos apercebermos, são os vocábulos mais utilizados no nosso dia (já sem contar com os momentos em que os repetimos, “já disse NÃO! E não é não!”…)

Já pensou qual é a palavra mais utilizada aí em casa? Ganha o sim ou não? Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Férias escolares. E agora?

Entreter as crianças durante as férias pode ser muito complicado. Em altura de férias da Páscoa, damos-lhe algumas dicas que acreditamos serem uma ajuda fundamental.

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Será que os pais irritam os filhos?

Será que os pais irritam os filhos O Nosso T2

Sabemos que as crianças se irritam com facilidade e muitas vezes. E se lhe disser que os pais contribuem para tal? Estará a pensar: “o quê?! Eu não faço nada para irritar o meu filho, muito pelo contrário!”. É verdade, mas existem alguns comportamentos e reações por parte dos pais que costumam contribuir para o despoletar de emoções mais desagradáveis nas crianças, nomeadamente o sentimento de incompreensão, desvalorização, tristeza, que por vezes se manifestam através de irritação, amuos ou birras. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Sabia que a ansiedade gosta de se mascarar?

Ansiedade nas Crianças e Pais Foto O Nosso T2 Blog

Se vir uma criança a fazer birra, a recusar-se fazer o que os pais ou professores lhe pedem, a gritar com os adultos ou a atirar coisas para o chão, o que vai pensar? Provavelmente irá pensar que é uma criança mal-educada, a quem não souberam impor regras, que é uma criança mimada e a quem deixam fazer tudo o que quer. Seria o que pensaria a maioria das pessoas. No entanto, a verdade é que, nalguns casos, todos estes comportamentos escondem algo bem diferente, algo que por norma se associa a um comportamento menos expansivo, mais introvertido… A ansiedade. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelo mundo das crianças… Vamos brincar?

brincar-com-as-criancas-o-nosso-t2-blog

Neste artigo queremos levá-lo a olhar de uma forma diferente para o brincar das crianças! Sim, olhar de forma diferente, incluindo-se no seu mundo e permitindo que conheça o impacto tão significativo que um simples momento de brincadeira entre pais e filhos pode ter na vida de uma criança! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Comportamentos agressivos na infância: o cérebro explica!

Comportamentos agressivos na infancia fotografia O Nosso T2 Blog

 

Educar é um desafio. Não há muita novidade até aqui. Sabia que uma das principais dificuldades dos pais, muitas vezes relatadas na consulta de psicologia, está relacionada com os comportamentos de agressividade dos mais pequenos? Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Ser agradecido, ser feliz!

ser-agradecido-ser-feliz-o-nosso-t2-blog

Porque a gratidão vai além da palavra obrigado.

Quantas vezes dizemos às nossas crianças algo como “Já disseste obrigada?”, “Não te esqueças de agradecer…”. Estamos a ensinar aquilo que os nossos pais, avós e familiares nos ensinaram: que é educado dizer obrigado! Mas e se pensarmos que um simples obrigado não é apenas boa educação, mas pode ser uma forma de ensinarmos as crianças a serem felizes? Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Resoluções de ano novo em família

resolucoes-ano-novo-em-familia-o-nosso-t2-blog

Todos estamos habituados aos desejos das 12 badaladas na passagem de ano. Algumas pessoas fazem-no no momento apenas por ser uma tradição da meia noite, outras fazem-no antecipadamente e de forma mais reflexiva sobre o ano que terminou e projetam no ano que se avizinha os desejos e objetivos individuais, com vista a uma melhoria do seu bem estar nos vários contextos de vida. Continuar a ler