O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

A colar autocolantes, reparo que há um bocado torto mas não comento.
– que bem que colaste os teus autocolantes Tomás! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

O Tomás estreia-se no surf

Tem 4 anos e meio. Diz, como se soubesse do que fala, que quando crescer vai ter uma autocaravana para ir fazer Surf com os amigos. Nas vésperas de aniversário e Natal, quando lhe perguntamos o que gostaria de receber como presente, diz “um arco e flecha e quando for crescido uma autocaravana”. O arco e flecha está tratado. A autocaravana vai depender dele. Sempre que está na praia, observa atentamente os surfistas, como se fosse um deles. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

– mãe, como é que se chega à lua?
– de foguetão, Tomás.
– e de foguete não dá?

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

– mãe, podes fazer um boneco de neve com a minha plasticina? Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Assim foi o aniversário do Pedrinho

Com alguns dias de atraso, aqui vai um resumo do aniversário do Pedrinho! O meu pequenino fez dois anos na sexta feira, dia 7 e o dia foi lindo! Começámos por ir cantar os parabéns de manhã à creche, fomos os quatro (o Tomás não foi à escola nesse dia) e o Pedro estava tão Feliz! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

Quando está mais cansado, o Pedro faz uns murmúrios de Mimo enquanto lhe faço festinhas para adormecer. O Tomás, na cama ao lado, dez minutos depois dos “mmmmm mmmmm mmmmmm” do irmão: Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos olhos do Tomás

No carro.
– mãe, vamos fazer contas? Tu dizes e eu adivinho!
(Ele não sabe fazer grandes contas com 4 anos, mas aceitei o desafio)
– vamos, Tomás. 2+2?
– 4! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

De coração cheio

Fiz anos ontem. Decidi, este ano, passar três dias na costa alentejana do meu coração com o João e os nossos filhos. Não poderia ter feito melhor à minha alma! Ficámos num turismo rural de sonho, tratados como família! As praias da costa vicentina já nós as conhecemos de cor e fizeram as alegrias dos quatro. Acordei no domingo com uma linda pintura dos meus filhos e os mimos foram-se seguindo com o passar das horas. Passam devagar as horas, no Alentejo. São saboreadas com o prazer único de quem está na melhor companhia do mundo. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

– mãe, hoje aprendi o que é um mamífero. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

– Mãe, sabes o que é pior nas mães sem maridos? É que não têm ajuda, têm de fazer tudo sozinhas. Ficam muito cansadas. Continuar a ler