O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Enroladinhos de frango

Enroladinhos de frango com queijo e fiambre, acompanhado de espargos no forno.  Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Hoje é o aniversário do meu irmão!

Eu, a minha mãe, e o meu irmão kiko. Faz hoje 38 anos este bebé tão querido que ainda há pouco tempo (a mim parece-me sempre ontem) se deitava na areia à espera das ondas e me dava à mão à noite por causa dos sonhos maus. Faz 38 anos, sim. Mas no meu coração será sempre o meu pequenino, a quem fazia tantas malandrices por amor. Desculpa-me os tótós e as saias, desculpa-me os saraus de todos os serões e desculpa-me as brincadeiras das lojas em que tu eras o cliente . Acho que te compensei com as horas de volta das tuas garagens e dos teus carros telecomandados e por não ter barafustado uma vez que fosse quando decidias ver o Rocky, o Rambo ou o Pato que veio da lua. A minha infância sem ti não teria tido graça nenhuma. De que serve um tesouro se não houver dois piratas que o disputem? Meu amor ainda e para sempre pequenino. Parabéns! Um beijo da tua mana, meu kiko larico. ❤

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Bom dia!

Boa semana para todos, depois de um fim de semana quente e feliz! Isto é que é um Outono!

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Três anos sem ti

Nem acredito que já passaram três anos desde que ouvi a tua voz pela última vez. Três anos desde o dia em que a tua alma subiu ao céu e o inundou de paz e generosidade. Três anos desde aquela última tarde em família, no hospital, em que voltaste a falar, a comer e a beber depois de tantos dias em sofrimento e em silêncio. Chamam-lhe “as melhoras da morte”, mas cá para mim são um sopro de vida. Um sopro sereno, como um respirar de peito aberto antes do último suspiro. Nesse dia, pus o teu relógio. Estava pousado na mesa de cabeceira e, enquanto descansavas, coloquei-o no meu pulso. Acordaste. “Não tiveste programa hoje?”. Olhei para ti e menti   “Não, hoje não…”. Olhaste para a televisão e lá estava o Zé Pedro, sozinho, no Agora Nós. O programa tinha estreado há 4 dias e eu preferi passar esse dia contigo. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Avenida Q

Ontem fui (finalmente) ao teatro ver a Avenida Q. Depois de uma temporada esgotadíssima no Trindade, está desde ontem em cena no Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa. Avenida Q é um original de 2003 do norte-americano Jeff Whitty e foi adaptado (o texto e as canções) pelo brilhante Henrique Dias. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Bom dia!

Continuar a ler