O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Bom dia!

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos olhos do Tomás e do Pedro

Conversa entre irmãos:
– mano, o pedro é o rei! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

A sair da escola: Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Parabéns Pedrinho!

Chorei muito no dia em que nasceste, Pedro. Primeiro com medo, quando me despedi do teu irmão de manhã cedo. Ele foi para a escola com o pai, sem sonhar sequer que iria deixar de ser filho único nesse dia. Ele não sabia, mas sabia eu. Abracei-o, cheia de nós na garganta e a travar as lágrimas à força e disse “até logo, meu amor”. “Até logo, mãe!”, respondeu, com os seus já muito expeditos dois anos e meio. E saiu aos saltinhos de mão dada ao pai, sim, que o teu irmão anda aos saltinhos desde sempre, não é de agora. Chorei muito quando ele saiu, com medo que alguma coisa corresse mal no teu parto e eu nunca mais o visse. Coisas tão parvas, estas e outras, que passam pelo coração das mães. Estive para sair porta fora atrás do Tomás, mas ainda bem que não fui. Fui arranjar-me para te receber, pus-me bonita para o nosso primeiro encontro. O pai voltou e fomos, tranquilamente, para o hospital. Gosto de epidurais para não ter dor, não gosto de epidurais porque me doem e nunca pegam à primeira. Peço sempre para estar acordada, não quero anestesias gerais. Quero ver nascer os meus filhos! Contigo, apesar desta coisa toda, foi mais simples e quando me deitei na marquesa já com a anestesia a fazer efeito, senti-me absolutamente em paz. Estava pronta para te receber, de mão dada ao teu pai que te esperava de sorriso aberto e olhos brilhantes. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

O Dia da Mãe

Comemorar o dia da Mãe é só sublinhar a vida em 24 horas. E sabe tão bem o mimo, os desenhos, os beijos para lá da conta, o almoço e o jantar em família, as flores. Nascemos como mães no dia exacto em que os nossos filhos nascem, devemos-lhes a eles essa dávida eterna. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

O Nosso T2 foi distinguido no Spot des E-Fluent em Paris

tania-ribas-de-oliveira-spot-des-e-fluent-o-nosso-t2

‘O Nosso T2’ foi considerado na conferência Spot des E-Fluent (evento que reuniu mais de 600 bloggers de todo o mundo em Paris, em novembro último) como um dos mais importantes blogues da Europa dedicados à maternidade! Não posso deixar de estar feliz e orgulhosa pela distinção, já que criei este blogue há quatro anos com o objectivo de partilhar a melhor missão do meu mundo: ser Mãe do Tomás e do Pedro! Devo agradecer-vos o facto de me acompanharem no crescimento deles diariamente. Obrigada!

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

O Natal… nesta fase especial da nossa vida!!!

ver-o-bebe-durante-a-gravidez-O-Nosso-T2-Blog1.

Parece-me a altura mais indicada para vos tentar ajudar nesta fase natalícia. Gostaria apenas de vos dar algumas dicas e alertar para algumas situações que vos poderão passar despercebidas, mas que podem alterar positiva ou negativamente a vivência desta fase. Primeiro direcciono mais para aquelas que estão à espera do seu próprio natal e de seguida para os pequenotes que estão pela primeira vez inseridos nesta festa. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

E quando custa pensar em dizer “adeus” à barriguinha…

dizer-adeus-a-barriguinha-o-nosso-t2-blog

Ao longo da gravidez a mulher passa por uma grande quantidade de adaptações físicas e emocionais que têm como principal objetivo transformar o corpo e a mente da mulher em corpo e mulher de “mãe”. A verdade é que cada mulher passa por essas alterações de modo mais ou menos pacífico, com maiores ou menores dificuldades.

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

As visitas no pós-parto

A-vida-no-pos-parto-O-Nosso-T2-Blog

Nasceu o bebé e toda a gente que nos rodeia e que gosta de nós sente uma obrigação e vontade urgentes em nos visitar! Por um lado, essas visitas nos aquecem o coração, por outro conseguem ser uma das mais duras provas (se não contarmos comas noites de choradeira) que temos de superar nesta fase…

Assim que enviamos as mensagens de comunicação do nascimento, recebemos as habituais felicitações, assim como começamos a árdua tarefa de gestão da agenda social da nossa criança. Logo desde cedo surge a primeira dúvida: o que é preferível receber as pessoas na maternidade ou em casa?

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Consultório – Questões da semana

Consultório-questoes-da-semana-O-nosso-t2-blog

Ora muito bom dia! Aproveitem bem o feriado 😉

O consultório da Drª Filipa já abriu e podem deixar aqui as vossas questões! 🙂