O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Parabéns Pedrinho!

Chorei muito no dia em que nasceste, Pedro. Primeiro com medo, quando me despedi do teu irmão de manhã cedo. Ele foi para a escola com o pai, sem sonhar sequer que iria deixar de ser filho único nesse dia. Ele não sabia, mas sabia eu. Abracei-o, cheia de nós na garganta e a travar as lágrimas à força e disse “até logo, meu amor”. “Até logo, mãe!”, respondeu, com os seus já muito expeditos dois anos e meio. E saiu aos saltinhos de mão dada ao pai, sim, que o teu irmão anda aos saltinhos desde sempre, não é de agora. Chorei muito quando ele saiu, com medo que alguma coisa corresse mal no teu parto e eu nunca mais o visse. Coisas tão parvas, estas e outras, que passam pelo coração das mães. Estive para sair porta fora atrás do Tomás, mas ainda bem que não fui. Fui arranjar-me para te receber, pus-me bonita para o nosso primeiro encontro. O pai voltou e fomos, tranquilamente, para o hospital. Gosto de epidurais para não ter dor, não gosto de epidurais porque me doem e nunca pegam à primeira. Peço sempre para estar acordada, não quero anestesias gerais. Quero ver nascer os meus filhos! Contigo, apesar desta coisa toda, foi mais simples e quando me deitei na marquesa já com a anestesia a fazer efeito, senti-me absolutamente em paz. Estava pronta para te receber, de mão dada ao teu pai que te esperava de sorriso aberto e olhos brilhantes. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Medos das crianças – do normal ao excessivo

Muitas vezes chegam-nos pais ao consultório com dúvidas acerca dos medos dos filhos, tendo dificuldades em compreender se é algo considerado normal para a idade da criança ou se constitui um problema.

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

O Dia da Mãe

Comemorar o dia da Mãe é só sublinhar a vida em 24 horas. E sabe tão bem o mimo, os desenhos, os beijos para lá da conta, o almoço e o jantar em família, as flores. Nascemos como mães no dia exacto em que os nossos filhos nascem, devemos-lhes a eles essa dávida eterna. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Kids just wanna have fun

Hoje vamos falar de estampados, giros e divertidos que preenchem os dias de Verão, numa espécie de 2ª pele dos nossos pequenos.
Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Cá em casa há teatro

Bom dia! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Escolher entre o sim e o não pode não ser a única solução

Já reparou como na educação das crianças utilizamos frequentemente as palavras sim e não?

Como pais, educadores e familiares socorremo-nos do sim para autorizar e o não para proibir algum comportamento. Sem nos apercebermos, são os vocábulos mais utilizados no nosso dia (já sem contar com os momentos em que os repetimos, “já disse NÃO! E não é não!”…)

Já pensou qual é a palavra mais utilizada aí em casa? Ganha o sim ou não? Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Dias de muita brincadeira

Bom dia!

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

E quando custa pensar em dizer “adeus” à barriguinha…

dizer-adeus-a-barriguinha-o-nosso-t2-blog

Ao longo da gravidez a mulher passa por uma grande quantidade de adaptações físicas e emocionais que têm como principal objetivo transformar o corpo e a mente da mulher em corpo e mulher de “mãe”. A verdade é que cada mulher passa por essas alterações de modo mais ou menos pacífico, com maiores ou menores dificuldades.

Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

A mãe, o pai, o bebé… e o casal???

A-mae-o-pai-o-bebe-e-o-casal-O-Nosso-T2-Blog

Antes de haver um bebé há, na maior parte das vezes, um casal (qualquer que seja a sua tipologia). Então como e onde fica esse casal após o nascimento do filho? Sabemos, adivinhamos, ou fazem questão de nos avisar de antemão o quanto a nossa vida se vai alterar em termos de rotinas de sono, organização da casa e do tempo, gestão de prioridades, alterações corporais, entre outras. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Parabéns Pedro, parabéns Tomás, parabéns a nós!

Parabens-Pedro-parabens-Tomas-parabens-a-nos-O-Nosso-T2-Blog

Nasceu há precisamente um ano a outra metade do meu coração. O meu segundo filho. A confirmação inequívoca de que o coração de um mãe tem elásticos à prova de tudo. Descobre-se num ápice que se ama um filho para além do fim do mundo e que se amam dois exactamente da mesma maneira. E se amarão três ou quatro, seguramente, para quem os tiver.

Continuar a ler