O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Feeling Natural

Hoje, a minha sugestão vai para os tons naturais.

Nos dias que correm há uma preocupação crescente (e ainda bem) com o meio ambiente e com a sustentabilidade do nosso fantástico mundo. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Parabéns Pedrinho!

Chorei muito no dia em que nasceste, Pedro. Primeiro com medo, quando me despedi do teu irmão de manhã cedo. Ele foi para a escola com o pai, sem sonhar sequer que iria deixar de ser filho único nesse dia. Ele não sabia, mas sabia eu. Abracei-o, cheia de nós na garganta e a travar as lágrimas à força e disse “até logo, meu amor”. “Até logo, mãe!”, respondeu, com os seus já muito expeditos dois anos e meio. E saiu aos saltinhos de mão dada ao pai, sim, que o teu irmão anda aos saltinhos desde sempre, não é de agora. Chorei muito quando ele saiu, com medo que alguma coisa corresse mal no teu parto e eu nunca mais o visse. Coisas tão parvas, estas e outras, que passam pelo coração das mães. Estive para sair porta fora atrás do Tomás, mas ainda bem que não fui. Fui arranjar-me para te receber, pus-me bonita para o nosso primeiro encontro. O pai voltou e fomos, tranquilamente, para o hospital. Gosto de epidurais para não ter dor, não gosto de epidurais porque me doem e nunca pegam à primeira. Peço sempre para estar acordada, não quero anestesias gerais. Quero ver nascer os meus filhos! Contigo, apesar desta coisa toda, foi mais simples e quando me deitei na marquesa já com a anestesia a fazer efeito, senti-me absolutamente em paz. Estava pronta para te receber, de mão dada ao teu pai que te esperava de sorriso aberto e olhos brilhantes. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Como estimular a autoestima de uma criança ou adolescente

 

É um desejo de todos os pais que os seus filhos cresçam com sentimentos de aceitação, apreço, segurança, valorização pessoal. A autoestima é adquirida como resultado das experiências de vida, a forma como a criança interpreta as situações, as relações com os outros, os modelos educativos familiares, pelo que o papel dos cuidadores é muito importante. Na primeira infância, os pais são a principal referência para a criança e a forma como interagem com ela, como demonstram afeto e o que dizem sobre ela é determinante para a forma como a criança se vê. A partir dos 8 anos, as crianças têm não só uma ideia de si, mas também de um EU ideal que gostariam de atingir, começando a autoavaliar-se nos vários domínios da sua vida (escolar, social, física, pessoal). Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Bom dia!

Semana atípica, esta, que agora chega ao fim! Segunda-feira apresentei com o Malato as Marchas Populares de Lisboa! Adoro os Santos Populares, a tradição das marchas e a alegria que faz palpitar de uma forma única a cidade de Lisboa! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

– mãe, hoje aprendi o que é um mamífero. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Light Blue: da cor céu

O azul céu, azul claro, azul bebé, azul celeste… tantas denominações para esse tão doce azul, que cai que nem luva a meninos e meninas e especialmente na temporada de verão. Sejam loiras ou morenas, a criançada fica com um ar deslumbrante e a transbordar frescura! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

So let’s go to the beach

Com dia destes, arrebatadoramente quentes e solarengos, só nos surge uma imagem em grande plano!

Praia!! para a maioria.. piscinas de água azulada para alguns, mas no fundo a ideia principal é a mesma:

Vamos a banhos! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos olhos do Tomás

A lermos um livro de “porquês” antes de dormir. Pergunto:
– como é que os morcegos vêem no escuro?
Responde, acertadamente, porque adora o livro:
– não vêem no escuro! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Petit Chef: Tartinhas de Laranja com frutos vermelhos

As receitas Petit Chef estão de volta e todos os avisos que temos são: experimentem! Mas peçam sempre ajuda a um adulto, pois não devem mexer no forno sozinhos.

Ingredientes para 4 tartinhas :

  • 200g de farinha
  • 140g de Açúcar amarelo
  • 50g de manteiga sem sal
  • 2 Ovos
  • 2 laranjas
  • Q.b de frutos vermelhos 
  • Q.b de tomilho limão (opcional)

Continuar a ler