O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Parabéns Pedrinho!

Chorei muito no dia em que nasceste, Pedro. Primeiro com medo, quando me despedi do teu irmão de manhã cedo. Ele foi para a escola com o pai, sem sonhar sequer que iria deixar de ser filho único nesse dia. Ele não sabia, mas sabia eu. Abracei-o, cheia de nós na garganta e a travar as lágrimas à força e disse “até logo, meu amor”. “Até logo, mãe!”, respondeu, com os seus já muito expeditos dois anos e meio. E saiu aos saltinhos de mão dada ao pai, sim, que o teu irmão anda aos saltinhos desde sempre, não é de agora. Chorei muito quando ele saiu, com medo que alguma coisa corresse mal no teu parto e eu nunca mais o visse. Coisas tão parvas, estas e outras, que passam pelo coração das mães. Estive para sair porta fora atrás do Tomás, mas ainda bem que não fui. Fui arranjar-me para te receber, pus-me bonita para o nosso primeiro encontro. O pai voltou e fomos, tranquilamente, para o hospital. Gosto de epidurais para não ter dor, não gosto de epidurais porque me doem e nunca pegam à primeira. Peço sempre para estar acordada, não quero anestesias gerais. Quero ver nascer os meus filhos! Contigo, apesar desta coisa toda, foi mais simples e quando me deitei na marquesa já com a anestesia a fazer efeito, senti-me absolutamente em paz. Estava pronta para te receber, de mão dada ao teu pai que te esperava de sorriso aberto e olhos brilhantes. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Como estimular a autoestima de uma criança ou adolescente

 

É um desejo de todos os pais que os seus filhos cresçam com sentimentos de aceitação, apreço, segurança, valorização pessoal. A autoestima é adquirida como resultado das experiências de vida, a forma como a criança interpreta as situações, as relações com os outros, os modelos educativos familiares, pelo que o papel dos cuidadores é muito importante. Na primeira infância, os pais são a principal referência para a criança e a forma como interagem com ela, como demonstram afeto e o que dizem sobre ela é determinante para a forma como a criança se vê. A partir dos 8 anos, as crianças têm não só uma ideia de si, mas também de um EU ideal que gostariam de atingir, começando a autoavaliar-se nos vários domínios da sua vida (escolar, social, física, pessoal). Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

Martisses Ilustração

– Mãe, hoje falámos do Festival da Eurovisão na minha escola e da música do Portugal que ganhou!
– A sério, filho? Que bom que falaram! É uma música tão linda, não é? Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

Tomás corre atrás do Pedro: Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Fim-de-semana alentejano

Bom dia! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

O Nosso T2

Rita Andrade Nutricionista O Nosso T2 Blog Tânia Ribas de Oliveira

É a primeira vez que entro n’O Nosso T2 e sinto-me uma privilegiada por ser convidada a entrar, conversar e partilhar umas fatias do que aprendi nestes anos dedicados à nutrição. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

“Dá, dá!” ou o Pedro na grande aventura de comer sozinho

aventura-de-comer-sozinho-o-nosso-t2

Bom dia!

O Pedro está a lançar-se na grande aventura de comer sozinho! Fez um ano e meio no sábado e sente que chegou a sua altura de ser mais autónomo. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

“Não te perdi, não te perderei nunca, Avôzinho…”

nao-te-perdi-nao-te-perderei-nunca-avozinho-o-nosso-t2-blog

Este será para sempre o dia em que te perdi as mãos e a voz. Não te perdi, não te perderei nunca, Avôzinho. Quando te vi pela primeira vez sem vida, não tremi nem solucei. Tu já não estavas ali, aquele era apenas o resto do corpo que o cancro te deixou porque a tua alma e o teu coração já estavam muito longe. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

1+1=4: os dias de praia em família!

1-+-1-=-4-Dias-de-praia-em-familia-O-Nosso-T2-Blog

Boa tarde! Continuamos a aproveitar ao máximo as nossas férias com fantásticos dias de praia! Só chegamos às 16h30, mas ficamos até tarde para desfrutar dos mágicos finais de dia da costa alentejana! O mar, ao contrário daquilo que costuma acontecer por aqui, está quente e calmo.

Temos dado tantos mergulhos quantos o nosso coração pode contar! O Tomás então, nem se fala! É tão feliz no mar, o meu filho mais velho. Salta sobre as ondas, mergulha, ri-se e corre todo contente! O Pedro dorme sestas boas ao som das ondas e eu e o João assistimos a este espectáculo lindo que é ver os nossos filhos a crescer, acompanhados, amados e incentivados.

Li há pouco tempo uma frase com a qual me identifiquei imediatamente: não há nenhuma criança que acredite em si mesma sem que os pais tivessem acreditado primeiro. E é verdade. Bom fim de semana e boas férias!

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

As férias são um pôr-do-sol a 4!

 

As-ferias-sao-um-por-do-sol-a-4-O-Nosso-T2-Blog

A vida em férias é sempre mais bonita ao pôr-do-sol. Quando somos mães, é mais bonita ao fim do dia. Ao nascer do dia, muitas vezes acordamos com um dos nossos filhos cheio de energia e nós a precisar de dormir mais um bom par de horas. Continuar a ler