O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Médico por vídeo-consulta!

O frio e as diferenças de temperatura tornam a nossa saúde mais frágil. Enquanto mãe,estou sempre atenta a estes assuntos. Recentemente descobri que a Multicare tem um novo serviço por vídeo-consulta que é muito útil para as famílias portuguesas. E não podia deixar de partilhar convosco esta novidade. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Hoje!!

Tenho este cd guardado religiosamente. A Mafalda Veiga e o João Pedro Pais que me perdoem, mas este foi o pedido de namoro mais bonito do mundo. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Olá!

   Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Hoje, cá em casa, foi assim

O meu coração enche-se sempre. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Bom dia!

Ao fim de cinco dias em casa, sinto-me finalmente melhor. As últimas duas semanas foram para esquecer… faringite na primeira e uma gripe terrível na segunda. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Bom dia!

Bom dia! Mais um fim de semana frio na rua e quente no coração! Fomos ver o Aladino, do Mestre Filipe La Feria e adorámos! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Bom dia!

Este fim de semana que passou esteve muito frio (e esta semana vai manter-se assim). As temperaturas baixaram, mas isso não foi desculpa para passarmos o dia em casa. A menos que chova muito o dia todo, saímos sempre. Normalmente, as manhãs são passadas no quentinho de casa, com brincadeiras e muita ronha boa. À tarde vamos sempre passear ou os quatro ou com amigos. Estes dias foram sobre rodas! Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Bom dia!

Ontem foi o dia da visita à Ajuda de Berço para entregar presentes às crianças. O Tomás vai lá comigo e com o pai desde os três anos, idade que considerámos adequada à compreensão e significado do que estava a fazer. Continuar a ler

O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Parabéns ao meu Tomás

Há 5 anos, meu amor, nasceste e renasceste-me. Era um dia gelado e soalheiro, como o de hoje. Dia 18 de Dezembro de 2012 foi o início de um mundo novinho em folha, com muito mais amor e muito mais vida. Vida, com tudo o que ela tem dentro: alegria, medo, responsabilidade, paz, desafios, dúvidas e sempre, mas sempre, o coração a ditar, no fim, o caminho a seguir. Meu menino de ouro, não poderia amar-te mais e, no entanto, a cada dia que passa me apaixono mais um pouco. O teu olhar intenso, o teu sorriso malandro, as palavras desde sempre certeiras, o sentido crítico que tens do mundo, a tua curiosidade, a doçura, os abraços mais apertados. E que força têm os teus abraços! É da sopa dos super-heróis que dá músculos ou da fruta que torna mais rápido qualquer jogador de futebol! “Se eu ganhar ao pai sou o mais forte do mundo porque não há ninguém mais forte do que o pai, pois não, mãe?”. Não, não há. Mas se recuarmos ao dia em que nasceste, Tomás, o teu pai voltou a ser pequenino, de coração na boca e lágrimas nos olhos, contigo ao colo e de olhos postos nos teus (são tão parecidos!). Foste o nosso milagre de Natal, em 2012.  Continuar a ler