O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Os 10 maiores erros dos pais separados

Os divórcios ou separações são processos dolorosos para toda a família. As emoções envolvidas são intensas e influenciam as reações e decisões tomadas. A atitude dos pais fará toda a diferença na forma como os filhos irão lidar com a separação. A explicação que é dada sobre o divórcio, o nível de conflito dos pais, o tempo e qualidade de contacto com a figura parental que saiu de casa, a capacidade de cuidado da figura parental que fica em casa após a separação são fatores muito importantes.

Infelizmente, nem sempre os pais conseguem colocar de parte as mágoas, regular as suas emoções e ter o discernimento necessário para perceber o que realmente é melhor para os filhos.

Consequentemente, recebemos em consultório crianças e adolescentes em sofrimento, em grande medida, devido à forma como os pais agem durante e após a separação. Na infografia seguinte resumem-se alguns dos comportamentos parentais que mais perturbam os filhos e que os pais devem evitar.

 

Raquel Carvalho

Psicóloga Clínica

Equipa Mindkiddo – Oficina de Psicologia