O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Pelos Olhos do Tomás

Dou um lenço de papel ao Tomás.– mãe, tenho aqui um, obrigado. Não podemos gastar papel. Sabes que há pessoas que não têm papel, nem casas quanto mais??
– sei, Tomás. É muito triste, por isso nos devemos ajudar sempre uns aos outros. A todas as pessoas, mesmo as que não conhecemos.
– pois é. Mas nós temos uma casa, não temos mãe?
– temos, graças a Deus.
– e as pessoas vivem na rua graças a Deus também? As que não têm casa?

Faz 5 anos no dia 18 deste mês. Terá para sempre o dom de me deixar sem palavras. Sei que lhe respondi. Mas a pergunta superou largamente a minha capacidade de resposta.