O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Consultório – Respostas da semana

consultorio-respostas-da-semana-O-Nosso-T2-Blog

A Drª Filipa responde às questões da semana. Leiam, podem ser também as vossas dúvidas! 🙂

Inês Lima
Bom dia Dra.!
Tenho uma bebé com 7 meses que sempre deu boas noites, acordando apenas uma vez para mamar.
Acontece que, de há umas noites para cá, tem chorado desalmadamente de noite, com os olhos fechados, tal é o sono, eu acho que ela nem chega a acordar, mas está inquieta e chora muito. Só se consola no nosso colo (meu ou do pai). Não é fome, não tem a fralda suja, e não era normal isto acontecer. O que será?

Olá Inês,
Se a sua bebé está bem disposta durante o dia, não tem febre ou outros sintomas, não precisam de se preocupar excessivamente. De qualquer forma penso que seria melhor ser avaliada pelo médico que a acompanha para excluir alguma alteração que possa estar a provocar desconforto – uma otite ou a erupção dos dentes, por exemplo.
Se estiver tudo bem a nível físico, poderá tratar-se de uma perturbação transitória do sono por alteração das rotinas. É frequente nesta idade as mães voltarem a trabalhar e os bebés entrarem na creche, o que é suficiente para poder alterar o padrão de sono de um bebé.
Também as fases em que há grandes desenvolvimentos a nível psicomotor podem trazer alterações do sono – é mais frequente na fase em que começam a gatinhar/andar, mas é variável de criança para criança. Espero que melhore rapidamente!

Liliana Ferreira
Bom dia Dra. Filipa,
Tenho uma bebé de 18 meses que não é muito amiga de comer. Gosta muito de leite, iogurtes e papa, e sopa totalmente passada. Tudo o que é solido ela rejeita, até mesmo bolachas e pão. Não conseguimos com que ela coma nada sólido. Quando lhe damos uma bolacha, por exemplo, ela chupa a bolacha e quando esta começa a desfazer ela sente as migalhas na boca e tira tudo fora. Não consigo insistir muito, porque ela provoca sempre vómito. Já falei com o pediatra, que me disse que cada criança tem o seu tempo e que ela mais cedo ou mais tarde vai comer. Contudo gostava de saber a sua opinião.
Obrigada
Liliana Ferreira

Olá Liliana,
Concordo com o Pediatra que segue a sua bebé – cada criança tem o seu tempo.
Existem cada vez mais crianças com estas dificuldades na transição para os alimentos sólidos. Além de uma predisposição natural da criança para preferir os alimentos passados, pode haver também, por parte dos pais, uma tendência para introduzir os sólidos demasiado tarde (com medo que as crianças se engasguem, por exemplo), frequentemente numa fase em que elas já não estão tão receptivas.
Penso que a sua filha poderia beneficiar de uma avaliação por um terapeuta da fala especializado nessa área, que poderia ajudar-vos com estratégias para facilitar a introdução dos sólidos. Espero ter ajudado.