O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

O Que Pode o Natal Dar às Crianças

O-Que-Pode-o-Natal-Dar-as-Criancas-o-nosso-t2-blog

O Natal é, por excelência, uma época para as crianças. O Natal é delas: pertence-lhes o sonho, a magia, o universo das prendas, os pedidos ao Pai Natal, tudo o que natal representa é, por si só, pueril e genuíno.

Quando olhamos para esta época e o que esta representa para as crianças, é quase impossível que a tónica não seja dada aos presentes. E não há mal nenhum nisso! Bem pelo contrário: faz parte. Mas, pode o Natal dar mais do que isso aos mais pequenos? Pode. Pode dar muito mais do que isso.

Por essa razão, este texto pretende dar-lhe algumas dicas de como retirar todas as potencialidades desta época especial, a favor da educação e desenvolvimento do seu filho:

Promova a Dádiva: Natal é dar e receber. Procure estimular o seu filho a dar. Ajude-o com ideias e sugestões para que possa ele próprio fazer os presentes que quer oferecer. As possibilidades são infindáveis: postais de natal, com pequenas dedicatórias, cantar a música favorita da avó, encenar uma pequena peça de teatro na ceia de Natal para os pais, fazer uma coreografia aos tios, colorir um desenho para os irmãos, um trabalho de colagens para os primos, uma caixinha com elogios para os amigos/colegas da escolinha. Isto dará à criança a oportunidade de experienciar a sensação de dar algo a alguém, promoverá a sua criatividade, a sua capacidade de expressar afetos e auto-estima. Se ele não tem dinheiro para comprar os seus próprios presentes, isso não significa que não possa oferecer presentes. Faz muito mais sentido serem feitos por ele, do que comprados com dinheiro que não é dele. Além disso, sentirá a alegria que é deixar alguém feliz, com algo que foi feito por ele próprio. Não há dinheiro que possa pagar isso.

Estimule a generosidade: tudo isto são competências que devemos promover 365 dias por ano, mas é normal que nesta época haja uma maior sensibilidade e atenção a estas questões, no ajudar o próximo. Porque não desafiar o seu filho a separar os brinquedos com os quais já não brinca e dá-los a uma instituição? Envolva a criança nessa tarefa e deixe que seja ele próprio a ir consigo e a oferecer os seus brinquedos a outras crianças. Sentir-se á orgulhoso de si e estará a estimular na criança a capacidade de partilhar.

Envolva a criança nos preparativos do Natal: muitas vezes queixamo-nos de que as crianças, nesta época, só pensam nas prendas. Contudo, muitas vezes parte de nós mesmos contribuir para que isso seja diferente. Para que a criança se envolva nesta época e em tudo o que ela representa, procure incluí-la nos preparativos desta época especial. Deixe que a criança possa escolher alguns artigos decorativos para a casa, dê alguma responsabilidade à criança pela decoração da árvore de Natal, peça a sua ajuda para que lhe dê os ingredientes para fazer os doces de Natal. Quanto mais a criança for envolvida em tudo isto, mais conseguirá olhar para o natal como uma época que vai muito além dos presentes.

Organizem atividades para a noite de natal: procure pedir ao seu filho ajuda para ideias de atividades divertidas para fazer na noite de consoada em família. Use a criatividade e originalidade do seu filho a favor do Natal.

Partilhe memórias: partilhe com o seu filho os natais da sua infância. O que mais gostava, o que fazia, o que era para si mais divertido. Enquanto partilha as suas memórias, partilha afetos que, nesta época, ganham um sabor ainda mais especial
Lembre-se de que o Natal é uma época especial para toda a gente, ainda mais para as crianças. Também está nas nossas mãos mostrar aos mais pequenos tudo o que o Natal é. Porque no fim de contas, o Natal…é das crianças!

 

Sandra Azevedo
Equipa Mindkiddo
Oficina d Psicologia