O Nosso T2, por Tânia Ribas de Oliveira

Parabéns Pedro, parabéns Tomás, parabéns a nós!

Parabens-Pedro-parabens-Tomas-parabens-a-nos-O-Nosso-T2-Blog

Nasceu há precisamente um ano a outra metade do meu coração. O meu segundo filho. A confirmação inequívoca de que o coração de um mãe tem elásticos à prova de tudo. Descobre-se num ápice que se ama um filho para além do fim do mundo e que se amam dois exactamente da mesma maneira. E se amarão três ou quatro, seguramente, para quem os tiver.

O Pedro é o meu bebé pequenino. Faz hoje um ano que tenho mais um sorriso sempre à espreita. Um olhar puro, franco. Um coração cheio de amor. Adormece de mãos dadas desde o dia em que nasceu. Esse dia, 7 de Julho de 2015, que nunca mais sairá da história da nossa vida. Saiu de mim para mim, para o meu colo, para o meu peito. Respirámos juntos, em uníssono, na sua primeira hora de vida. Colados. As minhas lágrimas a escorrerem-lhe pelo corpo ainda por limpar, as mãos dele no meu peito. A minha boca sem palavras. O silêncio mais bonito do mundo, partilhado por nós.

O nascimento do Pedro revelou aquilo que seria o seu primeiro ano de vida. Um bebé doce, sempre com um sorriso pronto, imediato. Um bebé viciado em contacto físico, que me namora os dedos, um a um, sem pressa nenhuma. Que assim seja sempre, meu amor pequenino. Tu tens uma família que te ama, que te ama, que te ama. Um irmão que te protege como só se protege, na sua idade, o homem-aranha e os balões que não rebentam.

“Mãe, vou dar ao Pedro um urso de presente. Um urso azul. E vou brincar muito com ele porque ele vai gostar mais disso e vai ficar muito feliz”. Se vai, Tomás. Se vai.

Parabéns, meu amor! Meus amores.

Da mãe,
Tânia